8 coisas para não esquecer antes de uma viagem internacional

Conhecer lugares novos é incrível, mas planejar uma viagem envolve vários detalhes que muitas vezes deixamos de lado. Esse post foi criado para ajudar você a não esquecer nada importante antes de uma viagem. Vamos conferir?

1. Quais documentos são obrigatórios?

Se o seu destino for algum país do Mercosul, a identidade em bom estado e com menos de 10 anos de emissão serve como documento de viagem. Conheço muitas pessoas que usam a Carteira de Habilitação como identidade no dia-a-dia, mas para viagens internacionais no Mercosul, a CNH  não pode ser usada como documento de identificação.

Para os outros países é necessário o passaporte válido conforme exigência do destino visitado. A Europa, por exemplo, exige validade de no mínimo mais 90 dias a partir da data que seus portadores deixarem o solo europeu. Ou seja, é importante conferir a validade do seu passaporte antes de viajar e também se o país visitado possui alguma regra específica a esse respeito.

Nesta página do Portal Consular você pode clicar no seu país de destino ou fazer uma busca pelo nome para saber as exigências de cada país em relação ao passaporte (validade necessária e etc.).

Outros tipos de particularidades existem para viagens com crianças ou para que elas viajem desacompanhadas. Este post do Melhores Destinos esclarece as dúvidas sobre viagens com menores de idade.

2. Preciso de visto?

Alguns lugares exigem vistos de entrada para turistas e outros não. É muito importante pesquisar sobre isso com antecedência, já que alguns vistos são burocráticos e demorados (como o dos EUA).

Esta página do Ministério das Relações Exteriores possui uma tabela que fala sobre a necessidade ou não de vistos em todos os países. Não esqueça de conferir também o país de trânsito, para não ser pego de surpresa.

É muito importante checar a necessidade de vistos de entrada com antecedência, então nunca pule esta etapa, ok?

Caso você esteja viajando a trabalho ou para estudar, você deve buscar se existe alguma particularidade para esses vistos…nesse post estamos falando somente sobre o visto para turistas.

3. Seguro Viagem

Para os países europeus assinantes do Tratado de Schengen o seguro viagem é obrigatório! Este post do eDestinos cita os seguintes países: Austria, Bélgica, República Tcheca, Dinamarca, Estónia, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Países Baixos (Holanda), Noruega, Polônia, Portugal, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Suécia, Suíça, Liechtenstein, Cuba, Emirados Árabes Unidos, Qatar e Turquia. Já a Austrália solicita apenas para estudantes estrangeiros, não para turistas.

4. O que vão me pedir na alfândega?

Antes de viajar, é interessante buscar matérias falando sobre o que é exigido pela alfândega do seu país de destino. Segundo o Site do Ministério das Relações Exteriores “certificados de hospedagem, comprovantes do objetivo da viagem, cartas-convite e bilhetes de retorno ao Brasil podem ser (e frequentemente são) exigidos pelas autoridades estrangeiras para entrada em outros países.”

Em alguns casos eles pedem até comprovação da quantia que você possui para se manter no país, por isso é muito necessário pesquisar a particularidade da alfândega de destino.

Também é necessário conferir se o local de destino exige o certificado internacional de vacinação. Caso positivo, você deve tomar a vacina e ir até um posto da Anvisa para tirar este certificado! Nesta página da Anvisa você pode selecionar o país de destino e conferir se exigem o certificado.

5. Que tipo de moeda devo levar?

Você deve definir que moeda vai levar em mãos para o seu destino. Dependendo da sua escolha, busque o melhor local para fazer o câmbio de Real para a moeda local.

Muitas moedas, como o Dólar e o Euro, podem ser compradas antes mesmo de viajar por uma ótima cotação.

Caso decida trocar a moeda diretamente no seu país de destino, devo te alertar que normalmente as casas de câmbio dos aeroportos são mais caras. Ou seja, são boas para trocar apenas uma pequena quantidade para os gastos iniciais da viagem.  O resto do câmbio pode ser feito em alguma casa de câmbio pela cidade. No Chile, por exemplo, a Calle Augustinas é famosa por boas cotações.

Por questão de segurança e para alguma emergência, é importante levar outras opções como cartão de crédito ou Travel Money, por exemplo.

6. Desbloqueie o cartão internacional

Caso você possua um cartão de crédito internacional, não se esqueça de desbloqueá-lo para o uso fora do Brasil antes de viajar!

7. Pesquise sobre o seu destino

Saber mais sobre o seu destino antes mesmo de viajar é uma ótima forma de economizar e de não perder tempo procurando o que fazer. Para mim, fazer o planejamento da viagem já é uma forma de começar a viajar. Quando você está lendo sobre uma atração famosa ou um restaurante legal, você já se imagina lá e fica ansioso por viver aquela experiência. Que tal começar lendo posts de blogs legais sobre o seu destino e separar algumas dicas?

8. Lista com o que levar na mala

É muito importante saber que tipo de clima faz na sua cidade de destino para decidir o que levar na mala de viagem. Faça algumas pesquisas sobre isso e formule uma lista com tudo que você não pode esquecer. Recomendo também que você se prepare para imprevistos. Uma das 5 coisas que listei ter aprendido na minha Viagem à Europa foi justamente isso. Eu viajei na primavera, pronta para um friozinho ameno e peguei temperaturas próximas a 0°.

 

Lista de coisas para não esquecer antes de viajar - Viagem - Viajando na Dica
Separei em uma listinha os itens que falamos nesse post. Agora é só salvar e não esquecer nada antes de viajar!

 

Agora com essa lista você já sabe o que não pode esquecer antes de viajar! Quer continuar acompanhando os nossos artigos? Curta nossa página do Facebok!

 

4 Replies to “8 coisas para não esquecer antes de uma viagem internacional

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *