O dia que levamos uma multa no metrô de Paris

Antes mesmo de viajar, já sabia que deveria guardar o ticket do metrô de Paris durante todo o percurso para não levar uma multa em caso de fiscalização. Por isso mesmo, fazia questão de ficar com os bilhetes no bolso ou na mão, para ter certeza que não iria perdê-los.

No penúltimo dia na Cidade Luz, nos empolgamos passeando por Montmartre e acabamos ficando com o tempo apertado para chegar às 19h na estação de metrô Bir-Hakeim para pegarmos o último Batobus do dia e dar uma volta pelo Rio Sena curtindo o pôr do sol.

A pressa é inimiga da perfeição até no metrô de Paris 😅

Com a pressão de chegar no horário, já que no próximo dia pegaríamos o voo de volta para o Brasil, nem lembramos de ficar atentos com os bilhetes.  Como a Lei de Murphy não falha, chegando na Estação de Bir-Hakeim, um fiscal estava parando quase todas as pessoas que desciam as escadas rumo a saída. Meu noivo passou sem ser parado e eu fui a escolhida para a conferência dos bilhetes. Nos outros dias eu geralmente guardava o meu bilhete e o dele, já nesse dia eu não lembrava nem onde tinha botado o meu! Procurando na bolsa, achei só um ticket validado e pensei: Ufa! Escapamos dessa!

Mas algo que eu não esperava aconteceu. Ao ver que meu noivo estava me aguardando ele pediu pra ver o bilhete dele também! A gente revirou os bolsos da calça, do casaco, de tudo… e nada! Só um ticket com a validação (até hoje não faço a mínima ideia de onde foi parar esse bilhete 😂).

A tentativa de negociação

Mostrei pro fiscal que tinha 8 bilhetes novos e que não teria motivos para passar sem validar o ticket. Mesmo assim ele insistia que teríamos que pagar uma multa de 35 euros.

Gastamos uns bons 20 minutos procurando nas nossas coisas e argumentando com o fiscal. Vi que a discussão não ia levar a nada e ainda iríamos perder o nosso passeio. Pagamos a multa e pedimos um comprovante do pagamento, já que queríamos ter certeza que esse dinheiro não ficaria pra ele.

Multa do metrô de Paris
Esse foi o comprovante de pagamento da multa do metrô de Paris que foi emitido pelo fiscal na mesma hora. Pelo horário dá pra ver que tivemos que correr muito pra chegar no passeio às 19h não é?rs

Moral da história: foi o bilhete de metrô mais caro que já pagamos na vida!

Final feliz

Conseguimos chegar no barco um minuto antes da partida depois de corrermos bastante. Mas o pôr do sol lindo de dentro do Sena minimizou um pouco o estresse da confusão no metrô 😍

Pôr do sol visto de dentro do Rio Sena
Pôr do sol visto de dentro do Batobus no Rio Sena

Você também já teve problemas no metrô de Paris? Conta pra gente nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *